SAÚDE

Burocracia barra funcionamento de nova UTI

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 29/01/2011 às 16:37
NOTÍCIA
Leitura:

Desde o último dia 6, o Hospital Santa Rosa, localizado no município de Palmares, na Zona da Mata Sul, conta com uma nova Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Equipamentos de última geração, ar-condicionado central com filtro bacteriológico, dez leitos e um de isolamento estão disponíveis para moradores de 22 municípios que são atendidos no local. Mas, até agora, nada disso foi utilizado. Por questões burocráticas a UTI está parada.

Após mais de 40 anos de funcionamento e diversas mudanças de sócios, o hospital está com algumas pendências jurídicas. Para não prejudicar a abertura da nova UTI, a diretoria do hospital abriu uma nova empresa para registrar a unidade e credenciá-la no Sistema Único de Saúde (SUS), da Secretaria Estadual de Saúde (SES). O procedimento, no entanto, ainda não foi aprovado.

“Em novembro solicitamos o credenciamento e desde então estamos tentando regularizar a situação”, disse o diretor do hospital Roberto Régis. Segundo o diretor, o centro de hemodiálise está registrado com um CNPJ diferente do hospital e foi credenciado normalmente pela SES.

Em nota, a SES informou que a UTI do Hospital Santa Rosa não está regularizada no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde, do Ministério da Saúde, que autoriza abertura de serviços de saúde. Para realizar o cadastro, é preciso ter o mesmo CNPJ da unidade de saúde onde ela está localizada. Já o serviço de hemodiálise não precisa estar dentro de um hospital, mas contar com uma unidade para qualquer emergência.

Mais Lidas