violência

Estado de saúde de menina queimada após estupro permanece estável

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 21/02/2011 às 17:34
NOTÍCIA
Leitura:

De acordo com o último boletim médico divulgado pelo Hospital da Restauração (HR), a menina de 14 anos que foi estuprada e queimada na Zona Rural de Caruaru, Agreste Pernambucano, permanece internada na Unidade de Queimados e seu estado de saúde é grave, porém estável.

A adolescente sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus na face, braços e troncos.  Ela deu entrada na unidade de saúde às 22h56 desse domingo (20), apresentando um quadro de politraumatismo. Por esse motivo, está sendo acompanhada por diversos especialistas, inclusive psicólogos. A questão da violência sexual também está sendo analisada.

Segundo a assessoria de imprensa do HR, a menina está consciente e reclama de muitas dores. A mãe da jovem a acompanha na unidade, mas não quer dar entrevistas. Não há previsão de quando ela receberá alta.

ENTENDA O CASO
- Segundo a Polícia Militar, a menina de 14 anos estava na Praça do Rosário, no centro de Caruaru, no Agreste do Estado, quando foi convidada por um desconhecido para fazer um programa.

O suspeito a conduziu até o Sítio Xicuru, na Zona Rural do município. Lá, a menina foi estuprada violentamente, espancada e, depois, o homem retirou gasolina da moto, espalhou sobre o corpo da vítima e ateou fogo, fugindo do local em seguida.

Mais Lidas