Campeão pernambucano pode não garantir vaga na Série D

NOTÍCIA
Leitura:

A 17ª rodada do Campeonato Pernambucano colocou fogo na disputa da competição. A briga pela liderança continua quente, a do G4 também, mas o que chama a atenção neste momento é a disputa pelas duas vagas para a Série D do Campeonato Brasileiro. As vagas devem ficar mesmo entre Santa Cruz (35), Central (33) e Porto (32).

A coisa ficou um pouquinho apertada para o Central que tinha a vaga praticamente certa com a boa campanha que fazia até pouco tempo. A patativa, que chegou a abrir quatro pontos na liderança para o 2º colocado, hoje está a apenas um ponto do rival Porto. Isso depois da lapada que levou do Gavião no último domingo (20) por 4x0.

Estupidez dos autores do regulamento à parte o que interessa é que nas próximas cinco rodadas o bicho vai pegar

O tricolor do Agreste, aliás, tem feito valer o mando de campo. Em três partidas disputadas na sequência no Lacerdão venceu todas. Bateu o Náutico de virada e goleou Central e Ypiranga. O time tem crescido na reta final e agora tem o artilheiro isolado da competição, Paulista que balançou as redes nove vezes, quatro só no Clássico Matuto. Um trunfo a mais para o Gavião brigar pela vaga.

Por falar em briga a do G4 parece mesmo que ficará com os atuais integrantes. Além dos três times já citados aqui, tem o Náutico que fica atrás do Santa apenas no número de vitórias. O Sport que parecia ter acordado voltou a decepcionar o torcedor e vê o sonho do hexa ficar mais longe. Agora são quatro pontos atrás do G4. E olha que ainda o Leão ainda enfrenta os quatro melhores times nas últimas rodadas.

Porém, se o regulamento do Estadual prevê colocar nas semifinais os times mais regulares de toda a 1ª fase, peca no que diz respeito à classificação para o Brasileirão da Série D.

Constam no regulamento do Campeonato Pernambucano as seguintes disposições: Artigo 67º “A Associação Campeã e a Vice-Campeã do Campeonato Pernambucano de Futebol Profissional Série A1 de 2011 serão as representantes de Pernambuco na Copa do Brasil de 2012”.

Até aí tudo bem, historicamente os dois primeiros colocados garantem vaga na competição nacional, mas no que diz respeito à Série D aí vem a confusão. Mesmo artigo citado anteriormente, Parágrafo Único: “Todas as vagas disponibilizadas para a FPF no Campeonato Brasileiro da Série “D” de Profissionais serão distribuídas de acordo com a classificação no Campeonato Pernambucano de Futebol Profissional da Série “A1” de 2011, levando-se em consideração os jogos da primeira Fase da Competição”.

Isso quer dizer que vão disputar a Série D os dois melhores entre Santa Cruz, Central e Porto na primeira fase. Um exemplo de como o regulamento é ridículo é de que, se terminasse hoje a competição, Santa Cruz e Central já estariam na Série D, mesmo se o Porto (4º colocado atualmente) for campeão estadual não garante vaga na 4ª Divisão. O mesmo pode acontecer com Santa Cruz e Central. Qualquer um desses times pode se tornar campeão estadual e não jogar a Série D se terminarem a primeira fase em 4º.

Ficar fora da competição nacional significa um semestre inteiro de inatividades e a opção de disputar a já defasada e deficitária Copa Pernambuco.

Estupidez dos autores do regulamento à parte o que interessa é que nas próximas cinco rodadas o bicho vai pegar. Patativa, Gavião, Timbu, Cobra Coral e Leão vão brigar até o último fôlego para alcançar seus objetivos.

Mais Lidas