SERVIÇO

Polícia de Gravatá pretende combater drogas dentro das escolas

Do NE10
Do NE10
Publicado em 04/04/2011 às 10:33
NOTÍCIA
Leitura:

Policiais militares apresentaram nesse fim de semana, o projeto do Plano Educacional de Resistência às Drogas e Violência (Proerd), em Gravatá, no Agreste de Pernambuco.

O objetivo é formar agentes que irão atuar diretamente nas escolas públicas e privadas do município em parceria com atores sociais como Conselho Tutelar, secretaria de Ação Social, educadores e líderes comunitários.

O encontro preliminar explicou como funcionará o curso. Serão policiais militares capacitados e selecionados para atuarem diretamente na prevenção. “Nosso objetivo principal é a prevenção, principalmente contra o crack”, disse o Major Jailton, um dos coordenadores do Proerd. Ele ainda explicou que hoje a maior incidência de uso de drogas está dentro das escolas.

Em Gravatá, 36 agentes passarão cerca de dois meses convivendo no ambiente escolar. O critério de escolha será a avaliação do perfil dos militares para que possam se encaixar no trabalho. Na próxima semana haverá mais um encontro com a participação de conselheiros tutelares, agentes sociais e Secretaria Municipal de Ação Social para definir o início do curso e a implantação.

Mais Lidas