SAÚDE

''A gente morre e não é atendida'', paciente denuncia falta de médicos em hospital de Panelas

Do NE10
Do NE10
Publicado em 12/04/2011 às 11:52
NOTÍCIA
Leitura:

Os pacientes que precisaram ser atendidos na Unidade Mista de Saúde Nossa Senhora de Fátima em Panelas, Agreste de Pernambuco, nesta terça-feira (12), tiveram que retornar para casa ou buscar o serviço em unidades de saúde de cidades vizinhas.

A dona de casa, Rose Cássia, 25 anos, por exemplo, chegou ao hospital às 5h e até às 11h não havia recebido atendimento algum. “Disseram que esperasse o médico chegar e depois avisaram que não tinha médico hoje. É um absurdo. Tratam a gente como se fosse bicho. Estou me queimando de febre, dor no corpo e não tenho dinheiro para viajar para Cupira atrás de médico”, lamentou.

Além da falta de médico, outro problema veio à tona: a falta de alguns medicamentos. ''Muita gente também estava esperando a farmácia abrir para pegar medicamentos, só que eles disseram que alguns remédios controlados estão faltando'', denunciou Cássia.

O NE10 entrou em contato, por telefone, com a diretora do hospital, Marluce Soares, que negou todas as acusações. ''O que houve é que o médico de plantão, Dr. Luiz Lessa adoeceu e precisou ser socorrido para Caruaru. No entanto, outros dois médicos já estão se deslocando para dar continuidade ao atendimento na unidade'', garantiu.

Quanto à falta de medicamentos, ela foi taxativa. ''Não existe isso. É coisa de quem não tem o que fazer''.

Mais Lidas