crime

Acusado de matar mãe e filha por causa de som alto é preso em Altinho

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 20/04/2011 às 18:25
NOTÍCIA
Leitura:

Um discussão motivada por um som alto terminou com duas pessoas mortas e uma ferida, todas da mesma família. O crime aconteceu na última sexta-feira (16), no município de Altinho, Agreste pernambucano, e o acusado pelos crimes, José Cláudio da Silva, conhecido como “Zé de Edite”, foi preso na noite desta terça-feira (19).

O dono da casa onde José Cláudio foi reclamar do barulho, Célio Manoel dos Santos, de 39 anos, teria sido o primeiro atingido pelos tiros disparados pelo acusado. Tentando impedir a violência, a mulher e a filha da vítima também foram atingidas por vários disparos e não sobreviveram.

Célio foi levado ao Hospital Regional do Agreste, em Caruaru, e José Cláudiu fugiu.

Nesta terça-feira, no entanto, José Cláudio se apresentou à Delegacia Seccional de Caruaru acompanhado do advogado. Após prestar depoimento, o delegado titular da unidade, Erick Lessa, conseguiu na Justiça o mandado de prisão do suspeito e o deteve.

Da delegacia, José Cláudio foi levado para o Presídio Plácido de Souza, em Caruaru. A polícia tem 30 dias para concluir o inquérito.

Mais Lidas