chuvas

Mesmo após estiagem, parte de Barreiros permanece submersa

Do NE10
Do NE10
Publicado em 04/05/2011 às 10:20
NOTÍCIA
Leitura:

Em Barreiros, um dos municípios da Mata Sul mais afetados pelas chuvas do ano passado, parte da cidade está coberta d'água, inclusive as ruas principais, como a Rua da Várzea, onde a população passa com água na altura do peito. Na rua Alceu Teles, por exemplo, só é possível passar de jangada.

Muitas pessoas estão aproveitando a situação para saquear mercadinhos. A polícia apreendeu, por volta das 10h, produtos saqueados por um grupo de quatro jovens, como bacias, refrigerantes, produtos de limpeza e cadeiras plásticas.

A cidade está sem fornecimento de água desde ontem e sem energia elétrica desde a manhã desta quarta-feira (4). Rumores indicam que um senhor morreu, mas o corpo não pôde ser retirado. Como não é possível chegar ao local, ainda não há como confirmar.

O aposentado Anísio Guimarães da Silva, 82 anos, perdeu a casa na cheia do ano passado, mas voltou e teve que sair às pressas na manhã de ontem ."Saí às 5h, minha filha foi me buscar. Moro bem perto do rio, na vila Tibiri. Consegui salvar dois colchões e um guarda-roupa. Agora, minha casa está no bolso", disse o senhor, mostrando as chaves do imóvel. "Ano passado, a casa caiu, mas reconstruí. Não tinha para onde ir", comenta.

Na cidade, ainda é possível ver, mesmo nas áreas alagadas, pessoas no primeiro andar dos imóveis. Elas não querem sair para evitar saques. Os moradores reclamam que, até agora, o Corpo de Bombeiros não apareceu para prestar qualquer auxílio.

Após longas chuvas, o tempo está estiado em Barreiros.

Mais Lidas