Campeão na moedinha?

NOTÍCIA
Leitura:

Foram duas rodadas apenas, 20 jogos disputados e 47 gols marcados. Times entrando em campo com jogadores reservas, preservando-se para as finais da Copa do Brasil e da Libertadores. Ainda é cedo para apontar um grande favorito ao título, mas uma coisa é certa: o Campeonato Brasileiro da Série A começou quente.

Quatro clubes venceram nas duas primeiras rodadas. Atlético-MG, Vasco, São Paulo e Corinthians integram o G4 atualmente com seis pontos cada. Se não bastasse quatro times dividindo aponta, dois deles estão rigorosamente empatados em todos os critérios.

O Atlético-MG venceu por o Atlético-PR por 3x0 na primeira rodada do Brasileirão e na segunda bateu o Avaí por 3x1. Já o Vasco fez 3x1 no Ceará e 3x0 no América-MG. Assim, as duas equipes empatam em gols marcados e sofridos, além do saldo, como consequência.

O próximo critério de desempate seria o número de cartões amarelos recebidos. Mas eles estão empatados até mesmo nesse quesito, com três para cada lado.

De acordo com o regulamento do Campeonato Brasileiro, os critérios de desempate são os seguintes, pela ordem:

1 – Maior número de vitórias
2 – Maior saldo de gols
3 – Maior número de gols pró
4 – Confronto direto
5 – Menor número de cartões vermelhos recebidos
6 – Menor número de cartões amarelos recebidos
7 – Sorteio

Se não houver desempate nos seis primeiros critérios o sorteio escolherá que time leva a melhor sobre o outro. Mas calma torcedor, não há, segundo o regulamento da competição, a hipótese de o Campeão ser decidido na “moedinha”. O capítulo IV, artigo 11, parágrafo 4º diz que, na igualdade entre duas equipes em todos os critérios nos casos de luta por título ou contra o rebaixamento, haveria um jogo extra, em campo neutro.

Bem, ainda há 36 rodadas até o término do campeonato. Muita água, ou melhor, muita bola vai rolar. Certamente o equilíbrio permanecerá até o fim para que conheçamos o detentor do maior título do futebol nacional. A sorte está lançada!

Mais Lidas