SÃO JOÃO

Forró do Beco dá o start no São João de Petrolina

Do NE10
Do NE10
Publicado em 30/05/2011 às 12:00
NOTÍCIA
Leitura:

Misture uma grande dose  de animação, trabalho solidário, apresentações culturais, musicais e uma boa causa: essa é a fórmula do Forró do Beco, evento que este ano completa uma década e já integra o calendário de eventos juninos de Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

Agendado para essa quinta-feira (2), a partir das 18h30, no Iate Clube da cidade, a festa é organizada pelo Movimento de Combate ao Câncer(MCC), que conta com os trabalhos de cerca de cem voluntários. Nesta edição da festa, as atrações musicais são os cantores Targino Gondim, Nilton Freitas e Alan Cleber e Banda. Toda a renda obtida durante o evento será revertida para auxiliar na aquisição de medicamentos e cestas básicas a pacientes atendidos pelo Centro de Oncologia.

''É uma festa muito bonita, voltada para o público de todas as idades. Quem for ao local sabe que vai estar ajudando a uma boa causa. Nós sabemos que Petrolina presta uma assistência médica a muitos pacientes que têm câncer, pessoas que muitas vezes vêm de longe, de outras cidades e estados, muitos que não têm condições financeiras de arcar sozinhas com o tratamento. Então ajudamos com o a entrega de alguns medicamentos e cestas básicas além, é claro, de uma palavra amiga”, explica uma das voluntárias do Movimento de Combate ao Câncer de Petrolina, Esmelinda Ribeiro.

No local da festa serão disponibilizadas barracas com comidas e bebidas típicas de época e espaço para lazer de crianças. “A nossa região sempre foi generosa com a causa, nunca nos faltou e temos a certeza de que o Forró do Beco vai ser sucesso mais uma vez. Precisamos muito da ajuda de todos, porque a gente só realiza a festa uma vez ao ano e é justamente quando obtemos os recursos que nos permitirão continuar ajudando aos pacientes com cancer”, frisa Esmelinda.

Os ingressos estão sendo comercializados a  R$ 20 , a inteira e R$ 10, meia. Os trabalhos das voluntárias do MCC, no entanto, não ficam restritos apenas à organização do Forró do Beco. Durante todo o ano elas trabalham em cima de bordados, artesanato, crochês, que são comercializadas em eventos e também na própria sede do Movimento, no bairro Gercino Coelho, área central de Petrolina.

Mais Lidas