SERVIÇO

Rodada Moxotó traz soluções para alavancar o desenvolvimento do Sertão pernambucano

Do NE10
Do NE10
Publicado em 03/06/2011 às 10:00
NOTÍCIA
Leitura:

Após o sucesso da Rodada Araripe, em setembro do ano passado, o Clube de Engenharia de Pernambuco resolveu voltar seu olhar para a região do Moxotó, formada pelos municípios de Arcoverde, Betânia, Custódia, Ibimirim, Inajá, Manari e Sertânia, no Sertão pernambucano, numa área de 9.046 km² e 211.643 habitantes.

Nesta sexta (30 e sábado (4), a instituição promove, em Arcoverde, a Rodada Moxotó - mais uma ação dentro do Seminário Permanente de Desenvolvimento. O evento, que acontece no auditório do Colégio Diocesano Cardeal Arcoverde, tem o mesmo formato da Rodada Araripe e discute soluções para os gargalos que atrapalham o crescimento e o desenvolvimento da área.

Já estão integrados ao projeto o Centro de Estudos do Nordeste (Cenor), a Associação dos Geólogos de Pernambuco (AGP), a Associação dos Engenheiros de Segurança do Trabalho de Pernambuco, a Associação dos Engenheiros Agrônomos de Pernambuco, a Associação dos Engenheiros de Pesca de Pernambuco e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).

Segundo o presidente do Clube de Engenharia de Pernambuco, o formato do evento propõe que as instituições convidadas apresentem soluções para os problemas vividos pelos municípios em suas respectivas áreas, deixando uma perspectiva real daquilo que pode ser feito. “Ao invés de discutir problemas que todos já conhecem, nas rodadas promovidas no âmbito do Seminário Permanente de Desenvolvimento, as autoridades têm a chance de apresentar as soluções, informando prazos e dificuldades a serem vencidas”, diz Alexandre Santos.

Mais Lidas