OPERAÇÃO

PF prende quadrilha acusada de estelionato contra a Previdência

Do NE10
Do NE10
Publicado em 10/06/2011 às 9:30
NOTÍCIA
Leitura:

A Força Tarefa Previdenciária em Pernambuco composta pela Polícia Federal,  Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal realizam na manhã desta sexta-feira (10) um operação em três cidades do Agreste de Pernambuco, para prender uma quadrilha acusada de estelionato contra a Previdência.

A Operação Padrasto tem o objetivo de combater e desestruturar organização criminosa que atuava nos municípios de Pesqueira, Caruaru, Altinho e principalmente Ibirajuba que fraudava a concessão do auxílio reclusão, benefício pago, durante todo o período da reclusão, aos dependentes do segurado de baixa renda que for preso por qualquer motivo e “que não receber remuneração da empresa nem estiver em gozo de auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço.

A quadrilha é acusada de estelionato contra a Previdência Social mediante fraude na obtenção do auxílio-reclusão, e caso sejam condenados os envolvidos poderão ser acometidos de penas que variam de 1 a 5 anos de reclusão podendo ser aumentada devido o crime ter sido praticado à Previdência Social.

Estima-se que a atuação do grupo tenha causado um prejuízo de mais de R$ 500.000,00 aos cofres públicos, conforme relatório da Assessoria de Pesquisa Estratégica e Gerenciamento de Riscos da Previdência Social , a APEGR.

Participam da operação 64 policiais federais e três servidores da previdência social, que cumprirão um Mandado de Prisão Preventiva, um Mandado de Prisão Temporária, 27 Mandados de Condução Coercitiva, dois Mandados de Busca e Apreensão, além de dois quebra de sigilo bancário. Haverá coletiva de imprensa, às 10h na Delegacia de Polícia Federal em Caruaru, no Agreste do Estado.

Mais Lidas