DECISÃO JUDICIAL

Justiça determina interdição do matadouro de Serra Talhada

Luiz Carlos Fernandes
Luiz Carlos Fernandes
Publicado em 15/06/2011 às 16:00
NOTÍCIA
Leitura:

A Juíza Isanea Maria Moreira julgou procedente uma ação solicitada pelo o Ministério Público, com base em Ação Civil Pública, e determinou a interdição do Matadouro Público Municipal de Serra Talhada, Sertão de Pernambuco, por falta de condições sanitárias para o funcionamento. O anúncio foi feito na tarde dessa terça-feira (14), durante entrevista coletiva com o promotor Vanderci de Souza Leite.

''Foi decretada a interdição com o propósito de beneficiar a coletividade. Não há possibilidade de funcionamento do matadouro. No final da sentença a juíza afirmou que estão comprovadas as precárias condições e descumprimento do dever constitucional de garantir a segurança do matadouro e a saúde da população. Não vamos interpor a decisão da justiça'', disse o promotor.

O secretário de Agricultura de Serra Talhada, Rafael Oliveira, foi comunicado pelo Ministério Público do teor da sentença, para que tomasse conhecimento da ação. Segundo ele, a repercussão da decisão pode até favorecer à pressão do prefeito Carlos Evandro para que junto aos governos Estadual e Federal busquem agilizar a construção de um novo matadouro no município. No entanto, enquanto o TJPE não julga em segunda instância, o matadouro continuará funcionando.

Mais Lidas