SERVIÇO

Petrolina será a primeira cidade 100% saneada de Pernambuco, garante Compesa

Do NE10
Do NE10
Publicado em 16/06/2011 às 12:00
NOTÍCIA
Leitura:

Em nota oficial, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que já foi iniciado o processo de licitação para execução de obras para universalização dos serviços de esgotamento sanitário em Petrolina, no Sertão do São Francisco.

A autorização para a Compesa deflagrar a licitação foi  dada nessa quarta-feira (15), em Brasília, durante assinatura de convênio no Ministério da Integração Nacional com a presença do ministro Fernando Bezerra Coelho, do governador Eduardo Campos e do presidente da Compesa, Roberto Tavares.

O projeto de ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Petrolina é  um investimento de R$ 65 milhões. Segundo Roberto Tavares, o edital será publicado nesta quinta (16) e a expectativa é que as obras sejam iniciadas em outubro deste ano e concluídas em dezembro de 2013.

Com essas obras, Petrolina será a primeira cidade de Pernambuco a ter 100% de cobertura de coleta e tratamento de esgoto, beneficiando mais de 300 mil pessoas. Atualmente, o índice é de 78%. “Além de ampliarmos o índice de cobertura , iremos recuperar diversos sistemas de esgoto, iniciados pela prefeitura do  município e que não foram concluídos, a exemplo dos sistemas  de Antônio Cassimiro e a Estação de Tratamento Centro”, explica Roberto Tavares.

As obras de ampliação do sistema de esgoto de Petrolina contarão com implantação de  34 quilômetros de rede coletora de esgoto, além da recuperação de 22 km de coletores existentes. Serão construídas oito novas estações elevatórias, vários emissários e será concluída a ETE Centro, uma da sobras iniciadas pela prefeitura da cidade.

As Estações de Tratamento de Esgoto dos bairros Coha VI e Antônio Cassimiro também serão reformadas. Segundo Tavares, o projeto é estruturador para a cidade Petrolina, o que vai elevar a qualidade de vida da população local. “Todo o sistema existente, assim como as obras já iniciadas pela prefeitura, passarão por mudanças de concepção, tornando o sistema mais moderno”, finalizou Tavares.

Mais Lidas