OPERAÇÃO

Mulher é detida por exercer irregularmente a medicina no Interior

Do NE10
Do NE10
Publicado em 01/07/2011 às 17:06
NOTÍCIA
Leitura:

A Polícia Federal deteve em flagrante, nesta sexta-feira (1º), uma mulher exercendo  irregularmente a medicina na Unidade Municipal Luíza Pereira de Carvalho, em Caetés, no Agreste do Estado.

De acordo com o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), que recebeu várias denúncias acusando Alessandra Bréa Moreno Dantas, natural de Rio Branco (AC), ela estava prestando seu terceiro plantão na unidade, quando foi surpreendida usando o nome e o número de inscrição no Conselho de uma homônima: Alessandra Rodrigues Santiago, que é médica regularmente inscrita no Cremepe.

 

'Alessandra nos informou que usava os dados da médica sem ela saber. Vamos comunicar à médica o fato e esperar um pronunciamento dela', afirmou André Longo, vice-corregedor do Cremepe, que acompanhou a operação.

Em depoimento à polícia, a acusada admitiu que ainda não teve o diploma revalidado pelo Ministério da Educação, já que cursou Medicina em Cuba. Ela disse, também, que tinha uma inscrição provisória no Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC), mas o Cremepe verificou que este registro havia expirado.

Alessandra Bréa Moreno Dantas foi levada à delegacia de PF de Caruaru onde será autuada, podendo ser indiciada por falsidade ideológica e exercício ilegal da Medicina. A polícia também apreendeu todos os documentos que ela assinou enquanto atendia no hospital.

Ainda segundo o Cremepe, o caso será informado ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Mais Lidas