EDUCAÇÃO

Sobe para 8 o número de graduações reconhecidas pelo MEC na Univasf

Do NE10
Do NE10
Publicado em 26/07/2011 às 10:26
NOTÍCIA
Leitura:

Os cursos de Arqueologia e Preservação Patrimonial, Zootecnia e Medicina Veterinária da Universidade Federal do Vale do São Francisco receberam a certificação de reconhecimento do Ministério da Educação. As portarias foram publicadas esta semana no Diário Oficial da União.

''A conquista é mais um instrumento na luta para o reconhecimento da profissão de arqueólogo no país. O resultado é fruto de um trabalho realizado em todo o semiárido, já que as aulas práticas e a pesquisa vão além do campus. Isso demonstra o compromisso da Univasf com o semiárido na identificação do patrimônio arqueológico do nordeste brasileiro”, destaca o coordenador do curso de Arqueologia e Preservação Patrimonial da Univasf, Celito Kestering. 

A graduação funciona no campus de São Raimundo Nonato (PI) e já formou cinco turmas, lançando 30 profissionais até hoje no mercado de trabalho. ''Somos 18 professores, 80% doutores e 100% com regime de dedicação exclusiva, e isso reflete diretamente na formação dos alunos”, frisa o subcoordenador do curso de Zootecnia, Wagenr Félix, ao falar da importância do reconhecimento da graduação. Segundo dados do colegiado de curso, a procura pela graduação tem aumentado cerca de 30% por ano.

Com a publicação no Diário Oficial do reconhecimento destes três cursos, sobe para oito o número de graduações reconhecidas pelo Ministério da Educação, de um total de 13 que a universidade disponibiliza.

Mais Lidas