Serra Talhada

Policial Militar da Paraíba é autuado por tortura e porte ilegal de arma no Sertão pernambucano

Do NE10
Do NE10
Publicado em 02/08/2011 às 19:04
NOTÍCIA
Leitura:

O soldado da Polícia Militar da Paraíba Gleson Campos Pereira foi preso na madrugada desta terça-feira (2), na cidade de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, acusado de torturar quatro pessoas e portar arma de fogo sem registro. O militar foi capturado por policiais civis da Delegacia da cidade.

A tortura foi praticada contra dois adolescentes e dois adultos. O crime ocorreu nos bairros da Borborema e Alto da Conceição, áreas centrais do município. Para a polícia, a motivação teria sido o furto de um aparelho de cd pertencente a um amigo do soldado.

De início, os dois adolescentes foram apontados como autores do delito. E a partir de informações obtidas com os menores através do uso da violência, o militar chegou aos dois maiores que também sofreram agressões.

Os policiais civis foram avisados e conseguiram prender o militar em flagrante. No momento ele portava um revólver cal. 38 sem o registro. Ele foi autuado por tortura e pelo crime de porte ilegal da arma de fogo de uso permitido. Depois do auto de prisão em flagrante, o PM da Paraíba foi conduzido por policiais militares daquele estado, onde ficará custodiado na sua unidade de trabalho, conforme determina a legislação específica.

Mais Lidas