lixo hospitalar

Funcionários temem contaminação

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 17/10/2011 às 7:26
NOTÍCIA
Leitura:

Funcionários da Império do Forro de Bolso estão assustados com a possibilidade de contrair alguma doença transmitida pelo contato com sangue contaminado, já que manusearam os tecidos descartados por hospitais dos Estados Unidos. Familiares de funcionários da empresa estiveram com a Apevisa e demonstraram preocupação com uma possível contaminação.

Segundo o gerente da agência pernambucana, Jaime Brito, o risco existe. "Algumas doenças são transmitidas pelo sangue contaminado, como é o caso do HIV e da hepatite C. Digamos que as manchas encontradas nos tecidos sejam realmente de sangue e a pessoa que as manuseou tivesse um ferimento nas mãos. Nesse caso, há a possibilidade de contaminação", explicou Jaime Brito.

O pai de dois funcionários da fábrica procurou o gerente durante a vistoria realizada no galpão da empresa localizado em Toritama, revelando a preocupação. "Ele disse que os filhos usavam luvas e máscara. Mas estava preocupado. Os filhos, inclusive, seriam de menor. Ao mesmo tempo, um funcionário nos disse que o grupo de 13 pessoas que trabalhava em Toritama não usava os equipamentos de proteção", contou. O mesmo funcionário também afirmou que os trabalhadores não tinham ciência de que o material era lixo hospitalar.

Mais Lidas