SERVIÇO

Secretaria de Saúde de Petrolina disponibiliza ouvidoria para população

Do NE10
Do NE10
Publicado em 06/12/2011 às 17:00
Leitura:

Tirar dúvidas, sugerir melhorias nas ações, fazer denúncias e até mesmo reclamar a ausência de profissionais em unidades de saúde: estas são as principais demandas voltadas para a Ouvidoria Municipal de Saúde, serviço disponibilizado em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, desde o último mês de agosto. A proposta da gestão municipal com a iniciativa é estreitar a relação com as comunidades. Para isso são disponibilizados dois números de telefone: 156 e (87) 3866 8569. 

“É um instrumento democrático, no qual as pessoas reclamam, sugerem, denunciam, perguntam. Recebemos a demanda e fazemos uma espécie de triagem, de filtro,  e encaminhamos para o setor responsável. Essa resposta é, então, enviada para a Ouvidoria que, faz o tratamento, caso necessário, e se responsabiliza por encaminhá-la ao usuário. A partir desse processo e de uma rede de relacionamento interna, conseguimos ampliar o nosso contato com profissionais de saúde e com os usuários, possibilitando velocidade e qualidade no atendimento da demanda”, destaca o coordenador da Ouvidoria da secretaria municipal de Saúde, André Valle. 

Quem quiser utilizar os serviços da Ouvidoria da Saúde, pode ainda ir presencialmente na sede da secretaria,na avenida Fernando Góes, centro de Petrolina, ou usar o endereço eletrônico da prefeitura. De acordo com Valle, a ideia tem sido bem aceita pela população.“Olha, só no turno da manhã chego a receber, presencialmente, uma média de 15 pessoas, com demandas e sugestões diversas”, pontua. 

O serviço tem sido aproveitado também por aquelas pessoas que querem reclamar do mau atendimento na rede de saúde. Nestes casos, a equipe da Ouvidoria orienta que o cidadão anote o nome do funcionário, a unidade de saúde e o dia em que ocorreu a ação. “Essas considerações estão ajudando os gestores a melhorar o serviço, pois quando recebemos uma denúncia de mau atendimento em uma unidade de saúde, advertimos esse funcionário e o atendimento melhora. Para ter essa efetividade na atuação, a Ouvidoria precisa ter liberdade, amplo acesso a rede e deve estar ligada diretamente à gestão”, destaca Valle. 


Mais Lidas