acidente

Menina de 13 anos morre e cerca de 30 pessoas ficam feridas após atropelamento em Tacaratu

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 02/01/2012 às 7:40
NOTÍCIA
Leitura:

O motorista de um caminhão carregado de milho atropelou cerca de 30 pessoas que tinham acabado de assistir à cerimônia de um casamento no Centro de Tacaratu, município do Sertão pernambucano. Uma menina de apenas 13 anos morreu antes de chegar ao hospital e foi enterrada na tarde desse domingo (1º). A tragédia aconteceu na última noite de 2011, quando a cidade se preparava para o réveillon.

De acordo com testemunhas, o veículo de placa NXU-1012, de Manari (PE), perdeu o freio e saiu arrastando os carros estacionados na Avenida Cônego Frederico, que leva à Igreja de Nossa Senhora da Saúde, a Matriz de Tacaratu. O caminhão bateu em três D-20, duas Vans Sprinter e um carro pequeno, além de ter arrancado árvores. Parou a menos de um palmo da fachada do templo católico.

“Ele perdeu o freio cinco quilômetros antes da igreja e bateu num caminhão-baú na entrada da cidade, perto de um posto de gasolina”, disse, por telefone, o fotógrafo João Filho, que registrava a cerimônia e presenciou o acidente. As Vans e as D-20 transportariam convidados para o Sítio Espinheiro, onde seria realizada a festa de casamento de Elton e Ana Neide. O casal não foi atingido.

Eram 18h40 do sábado e havia umas 200 pessoas na frente da igreja, quando o caminhão desgovernado apareceu na rua, segundo João Filho. “O motorista buzinava e gritava que estava sem freio”, contou outra moradora da cidade, que prefere não se identificar. Quando o veículo parou, ele desceu do caminhão e fugiu. A polícia continua em busca do condutor.

As vítimas receberam os primeiros socorros na Unidade Mista Edmir Ferraz Gominho, em Tacaratu. Os casos mais graves seguiram para o Hospital Municipal de Petrolândia, cidade próxima e com melhor estrutura hospitalar. “Atendemos umas 25 pessoas, a partir das 19h20. A garota de 13 anos, Denise Maria da Silva Santos, já chegou morta”, informou o médico Cícero Simões de Lima.

Maria Suely dos Santos e Maria Luzineide Ferraz continuam internadas em Petrolândia. “Elas tiveram ferimentos grandes na cabeça e levaram muitos pontos”, explicou o médico. Uma criança com traumatismo crânio-encefálico (Amanda) e outra com fratura no braço direito (Ivo Gabriel de Lima) foram transferidas para o Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife.

Os outros pacientes, com cortes e escoriações, já receberam alta hospitalar. “Atendi cinco feridos da mesma família, amigos dos noivos”, declarou Cícero Simões. “O acidente foi muito feio, a gente só vê uma coisa daquela na televisão. Era um carro batendo no outro, tudo muito rápido”, comentou, por telefone, uma moradora de Tacaratu. Ela não quis se identificar.

A mulher acrescentou que a missa das 22h, a última celebrada em 2011, perdeu o brilho. “Ficou todo mundo calado, se olhando, parecia um velório, uma coisa muito triste”, descreveu. “O acidente abalou a cidade, Tacaratu é pequena e todo mundo se conhece, o réveillon ficou completamente sem graça”, emendou outra moradora.

Mais Lidas