JUSTIÇA

Último suspeito de assassinar taxista de Caruaru é preso

Do NE10
Do NE10
Publicado em 20/01/2012 às 10:58
Leitura:

Foi preso nessa quinta-feira (19) o último acusado de envolvimento no caso de latrocínio (roubo seguido de morte) do taxista Lúcio José Bezerra, 40 anos. Jonathan Felipe Matias da Silva, 18 anos, foi preso após se apresentar na delegacia para prestar depoimento. O que o acusado não esperava é que o mandado de prisão preventiva já tivesse sido expedido.

De acordo com informações da polícia, três jovens teriam oferecido cerca de R$ 90 para a vítima os levar até Bonito, cidade do Agreste do estado, onde estaria ocorrendo uma festa. Ainda no percurso – mais precisamente nas imediações do trevo de Bezerros, que dá acesso a Camocim de São Félix (no início da PE 103), o taxista foi golpeado a punhaladas. A vítima morreu no local do crime.

O caso ocorreu na sexta-feira (13). Segundo a polícia, dois suspeitos - menores de idade - foram localizados no Sítio Serra do Retiro, próximo ao trevo de Camocim, portando o som do carro. Os dois menores foram apreendidos em flagrante e encaminhados à Funase de Caruaru. O terceiro suspeito, Felipe Matias, estava foragido e, segundo a polícia, tinha passagem pela polícia. O acusado foi encaminhado à Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru.



Mais Lidas