SERVIÇO

Produtores de cana mostram a força do cooperativismo no estado

Do NE10
Do NE10
Publicado em 10/04/2012 às 7:39
NOTÍCIA
Leitura:

Em menos de dois anos de fundação, a Cooperativa dos Produtores de Cana (COAF) demonstra viabilidade econômica e ainda se tornou uma espécie de reguladora de preços na área de insumos para o cultivo de cana na região. O desempenho da COAF, que é gerida pela Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), chamou a atenção do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop-PE). A entidade recém-criada dos produtores já está classificada entre as principais cooperativas pernambucanas no ranking da Sescoop-PE.

De acordo com o presidente da Sescoop-PE, Malaquias Ancelmo, a cooperativa dos produtores de cana apresentou um dos melhores faturamentos das relacionadas no segmento agropecuário do estado. Anualmente, em abril, a Sescoop, que tem 228 cooperativas associadas de nove segmentos econômicos, congregando mais de 150 mil pessoas, apresenta o ranking das melhores cooperativas pernambucanas. “Ainda não fechamos a classificação, mas, seguramente, a COAF está entre as principais do setor no exercício 2011”, diz.

Ele acrescenta dizendo que a cooperativa dos produtores de cana é uma forma moderna na atividade econômica rural. “Ela é sem fins lucrativos, logo, o excedente retorna para os cooperativados, garantindo renda e desenvolvimento social para a região da Zona da Mata”, conta. O dirigente revela ainda que a COAF tem se tornado um regulador de preços dos insumos. “No mínimo ajuda a segurar os preços a favor do pequeno fornecedor”, afirma. A cooperativa compra insumos em grande quantidade nas empresas da área, garantindo um melhor preço e assim, comercializa-os de maneira mais acessíveis aos produtores associados. Além de Pernambuco, a COAF já negocia com produtores dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas.

Os produtores de cana, principalmente os pequenos agricultores, começaram também a perceber a força do cooperativismo no segmento através da COAF. “A quantidade de cooperativados aumentou em quase 100% desde quando a entidade foi criada em abril de 2010”, revela o gerente comercial, Hermano Wanderley. Ele informa que cerca de 80% dos associados são de pequenos produtores e eles conseguem uma economia de até 15% na hora da compra de insumos na cooperativa. O crescimento da COAF também foi sentido no respectivo faturamento. Ele quase triplicou de um ano para o outro.

Mais Lidas