INVESTIGAÇÕES

Terceira mulher já estava marcada para morrer. Criança pode estar enterrada

Do NE10
Do NE10
Publicado em 12/04/2012 às 13:10
NOTÍCIA
Leitura:

Os acusados Jorge Negromonte, 50 anos, Isabel Cristina, 51, e Jéssica Camila, 22 anos, confessaram na manhã desta quinta-feira (12), durante depoimento na Delegacia de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, que uma terceira mulher já estava marcada para morrer.

De acordo com o depoimento, essa terceira vítima seria uma jovem da cidade de Jupi/PE, mas que segundo eles, deu errado porque ela teria perdido o ônibus para Garanhuns. Outra informação colhida pela polícia é referente à uma criança que, conforme está no livro escrito por Jorge Negromonte , onde ele narra diversas atrocidades. Entre elas, ele faz referência ao assassinato de uma criança e um cômodo da casa chamado de quarto do mal. A polícia agora irá realizar outras escavações na residência para tentar localizar o corpo dessa criança.

O LIVRO - A publicação tem 50 páginas e 34 capítulos que descrevem com frieza todos os detalhes da ação que resultou no assassinato das jovens Giselly Helena da Silva, conhecida como “Geisa dos Panfletos” (desaparecida desde o dia 25 de fevereiro) e Alexandra da Silva Falcão, 20 anos (desaparecida desde o dia 12 de março de 2012).

Mais Lidas