ALERTA

Quem comeu salgado com carne humana pode estar com doenças virais, alerta médico

Do NE10
Do NE10
Publicado em 16/04/2012 às 11:04
NOTÍCIA
Leitura:

Depois de a Polícia Civil descobrir, em depoimento, que Isabel Cristina, de 51 anos (esposa de Jorge Negromonte, 50, acusados de matar, esquartejar e enterrar duas mulheres no quintal de casa, em Garanhuns, com a ajuda de Bruna Cristina, 25) recheava salgados com carne humana e vendia em cidades como Caruaru e Garanhuns, uma nova polêmica surgiu na cidade.

Segundo a polícia, ela confirmou a informação e confessou qu,e depois que eles esquartejavam as vítimas, a carne delas era congelada, desfiada e também utilizada para alimentar a família, inclusive dando partes dos corpos para a criança que morava com o trio. Além disso, segundo Isabel, a parte preferida era o coração das vítimas. Mas nada sobrava. Eles também usavam o fígado e os músculos das pernas que eram fervidos e ingeridos, numa espécie de ritual macabro.

Para o gastroenterologista Josenildo Correia, dependendo de como a carne das vítimas foi cozinhada, as pessoas que ingeriram o alimento correm o risco de contrair doenças virais. Entre elas, as hepatites B e C. A orientação, de acordo com o médico, é ir a um médico e fazer exames para tirar a dúvida. “Para as pessoas que costumam lanchar na rua: Façam um controle rigoroso na compra do alimento e, se houver dúvida, procure um médico”.

Mais Lidas