SALÁRIO

Prefeitura de Bezerros com dificuldade para pagar piso de professores. Categoria estuda paralisação

Do NE10
Do NE10
Publicado em 04/05/2012 às 12:17
NOTÍCIA
Leitura:

Após uma reunião com uma comissão de professores ligada ao SINPRO, assessores da Prefeitura de Bezerros anunciaram que o órgão enfrenta dificuldades para cumprir com o novo piso nacional da categoria, que teve um reajuste de 22,22%, passando para R$ 1.451,00.

O município, segundo a secretária de Educação Elisângela Maria, vinha cumprindo o piso desde o ano de 2009 e chegou a reformular o PCC (Plano de Cargos e Carreiras) dos professores. Com os novos percentuais e os investimentos nos salários o município chegaria a  investir mais de 80% dos recursos do FUNDEB no pagamento de salários, onde 60% seria o valor mínimo estipulado.

Elisângela informou ainda que a municipalização (séries fundamentais que o estado passou para o município) provocou um o incremento de 2.700 alunos na rede, perfazendo um total de mais de 9.900 estudantes. O fato teria exigido mais contratação de pessoal e, consequentemente, um aumento nos gastos.  A secretária Municipal de Finanças Eugenize Bezerra também assegurou a escassez de recursos para o pagamento de salários da educação, informando que o município está fazendo os repasses patronais (INSS e IPREB) da categoria com recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A categoria, que já acionou a justiça para o cumprimento da lei federal, deve se reunir em assembleia nesta sexta-feira (4) para avaliar a situação. Há uma grande possibilidade de que aconteça uma parada nos próximos dias.

Mais Lidas