SERVIÇO

Compesa disponibiliza editais de licitação da Adutora do Agreste

Do NE10
Do NE10
Publicado em 11/05/2012 às 10:26
NOTÍCIA
Leitura:

Os primeiros editais de licitação da Adutora do Agreste, o maior de todos os complementos da transposição do Rio São Francisco, foram disponibilizados pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Os avisos de abertura das duas primeiras concorrências públicas da obra, que terá um custo superior a R$ 2 bilhões, foram publicados no início deste mês pela Compesa. Devido às dimensões e ao custo da adutora, as obras propriamente ditas e a compra de equipamentos terão contratos diferentes.

A adutora é fundamental para Pernambuco ser realmente beneficiado pela retirada da água do Rio São Francisco através do Eixo Leste da transposição, o mais importante para o estado. Para a água correr por Pernambuco, precisa do Ramal do Agreste, um canal de 70 quilômetros de extensão, que ligará a transposição à adutora, um imenso conjunto de 1.100 quilômetros de tubulações discutido no estado desde 1997 e com execução esperada desde 2005 – que por enquanto permanecia em debates e em planejamento.

Os primeiros recursos para esse complemento estadual, que quando estiver pronto beneficiará 68 municípios, foram incluídos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), uma verba de R$ 1,25 bilhão.

De acordo com números divulgados em fevereiro pela Compesa, a estimativa é que somente a primeira etapa de obras, que será dividida em duas partes, chegue a R$ 1,39 bilhões, com uma contrapartida de R$ 140 milhões do governo estadual. Essa primeira fase, no geral, beneficiará 23 cidades, entre elas Arcoverde, Belo Jardim, Caruaru e Gravatá. É em Arcoverde que será construído um grande reservatório na localidade de Ipojuca, zona rural do município.

Mais Lidas