Fim de semana com correria, perseguição e pancadaria

NOTÍCIA
Leitura:

Não, esse texto não se trata de nenhuma operação policial e sim de um balanço do final de semana esportivo na telinha da TV. Um belo dum cardápio que teve de tudo: automobilismo, futebol e luta.

O sábado (26) começou com o treino para o GP de Mônaco na Fórmula. Felipe Massa chegou a sondar uma pole, mas acabou garantindo apenas o sétimo lugar no grid de largada. Na sequência assisti ao amistoso da Seleção: Brasil e Dinamarca. Três a zero no primeiro tempo com dois gols de Hulk (não o grandão verde de Os Vingadores, mas o atacante do Porto de Portugal). Os dinamarqueses ainda marcaram um gol e o Brasil venceu por 3x1 o primeiro de quatro amistosos que a Seleção fará nos próximos dias.

Ainda no sábado teve bola rolando no Campeonato Brasileiro, com direito a golaços de Alecsandro do Vasco (bicicleta linda contra a Portuguesa) e de Bida do Atlético-GO (um voleio espetacular contra a Ponte Preta). Já no jogo do Náutico com o Cruzeiro, a rede não balançou: 0x0.

Aí na virada do sábado para o domingo (27) as minhas atenções se voltaram para o UFC 146. Cinco brasileiros entraram no octógono. Três deles perderam. Na principal luta da noite, Júnior Cigano dos Santos defendeu pela primeira vez o cinturão dos pesados. Ele encarou o americano Frank Mir, aquele que quebrou o braço de Minotauro. Cigano não deu chances. Soltou um monte de socos e nocauteou o adversário no 2º round.
 
Veio o domingo e foi a vez da velocidade. Dia das provas mais tradicionais nas duas categorias mais importantes do automobilismo mundial (Mônaco, na Fórmula 1, e 500 milhas de Indianápolis, na Fórmula Indy). Duas corridas emocionantes, mas que não tiveram brasileiros como vencedores. Na F1 Massa chegou em 6º, a melhor posição dele na atual temporada. Já na Indy, Tony Kanaan lutou até o fim, mas acabou em 3º. Rubinho Barrichello, pela primeira vez correndo as 500 milhas, até que não fez feio, terminou entre os 10 primeiros.

Para fechar o fim de semana, mais futebol. O Sport enfrentou o Santos de Neymar – que não estava em campo – e ficou no 0x0. Bom empate jogando fora de casa. E assim terminou minha programação televisiva esportiva. Para ver tudo isso só estando de folga mesmo. Que venham outros assim.

Mais Lidas