DENÚNCIAS

CGU e PF investigam irregularidades na compra de alimentos em Serra Talhada

Do NE10
Do NE10
Publicado em 13/06/2012 às 10:27
NOTÍCIA
Leitura:

 

A Polícia Federal e a Controladoria Geral da União realizaram nessa terça-feira (12) uma operação na cidade de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, para investigar possíveis irregularidades na compra de alimentos fornecidos ao município. Durante a ação foram apreendidos documentos no Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável, no município sertanejo e também na Companhia Nacional de Abastecimento, no Recife.

Segundo a Polícia Federal, há suspeita de que a compra de produtos de origem animal e derivados do leite, que faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar, tenha sido realizada dentro de um esquema de desvio de dinheiro da prefeitura. Os alimentos deveriam ser comprados pelo município aos trabalhadores rurais da Associação de Produtores Rurais e de acordo com a polícia, os produtos estariam sendo adquiridos a um preço mais baixo e eram comprados fora da cidade. Agricultores ouvidos pela PF, teriam afirmado de que vários trabalhadores de cooperativas do município não estavam fornecendo alimentos ou mesmo recebendo recursos da prefeitura. Existe a denúncia também de que as Declarações de Aptidão ao Pronaf foram utilizadas por outros produtores.

A recomendação das investigações foi expedida pelo juiz da comarca de Salgueiro, também no Sertão do Estado, Marcelo Honorato. Segundo a polícia, as investigações começaram em março deste ano, depois que um relatório denunciando irregularidades foram enviados à Controladoria Geral da União e à Polícia Federal. O relatório teria sido feito por vereadores e líderes partidários do município. 

Uma das pessoas interrogadas pela polícia afirmou que a responsabilidade do possível esquema de desvio seria do Conselho Municipal, atualmente presidido por uma mulher identificada apenas por Ana Paula. Ela teria ligações com o vice-prefeito da cidade Luciano Duque. O vice-prefeito, que já foi presidente do Conselho Municipal, negou as acusações e disse que as denúncias são de adversários políticos que querem denegrir sua imagem.

 

Mais Lidas