REVOLTA

Multidão tentou linchar acusados de matar meninos de 9 anos no Interior

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 12/07/2012 às 7:45
NOTÍCIA
Leitura:

A notícia de que dois acusados de cometer o crime bárbaro tinham sido presos revoltou os moradores do distrito de São Domingos, em Brejo da Madre de Deus, Agreste do Estado. Eles tentaram linchar o casal Genival Rafael da Costa e Maria Edleuza da Silva. Uma multidão se aglomerou em frente ao posto policial da comunidade, atirou pedras e chegou a queimar parcialmente uma viatura. A casa dos acusados também foi depredada e teve os objetos incendiados. A polícia teve que solicitar reforço em Caruaru, também no Agreste.

Centenas de pessoas que foram ao local para tentar fazer justiça com as próprias mãos cercaram o posto policial. Alguns populares chegaram a jogar pedras, quebrando vidros e o vidro de uma viatura. Outro carro da polícia acabou parcialmente incendiado. O fogo foi contido pelo Corpo de Bombeiros. Na confusão, a polícia conseguiu remover os suspeitos para outra delegacia, mas não informou o local.

Ainda durante a tarde, a população revoltada destruiu a parte da frente da residência de Genival e Maria Edleuza. Os móveis e objetos foram retirados da casa e queimados. No local, foram encontrados objetos usados em rituais, como velas e imagens. 'Está todo mundo revoltado. Uma coisa dessas não se faz nem com um animal, quanto mais com um menino de 9 anos. Se botar ele para fora o povo mata', desabafou a estudante Mirela Fernandes da Rocha. Ela acrescentou que conhecia a vítima e o acusado, considerado um homem estranho e muito calado.

O frentista Wellington Eugênio também participou dos protestos. Ele disse que nunca tinha visto um crime brutal parecido com esse.'É difícil ver um casos desses no interior. Fica todo mundo revoltado. Se fosse de acordo com a vontade da população, eles seriam linchados'.

Mais Lidas