pOLÍCIA

Preso acusado de matar candidato a prefeito de Belo Jardim

Do NE10
Do NE10
Publicado em 14/07/2012 às 13:51
NOTÍCIA
Leitura:

Foi preso nesta sexta-feira (13), ao se apresentar à Delegacia de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, o homem acusado de matar, na última segunda-feira (9), o cantidato a prefeito do município pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), Carlei Gerlan Barros de Melo.

Segundo informações da polícia, o vigilante Teodomiro Rufino Leal Neto, 35 anos, confessou o crime e alegou legítima defesa. No entanto, as investigações não chegaram a esta versão mas apontam que o assassinato teve motivações passionais, já que a vítima teria um relacionamento com a esposa do acusado.

LEIA MAIS
» Candidato é morto em Belo Jardim

Era a primeira vez que Gerlan de Melo era candidato a prefeito. Desde os primeiros dias de investigação, a hipótede de que o crime teve conotação política foi afastado.

Gerlan foi morto na tarde da última segunda, quando havia acabado de estacionar o seu veículo em uma rua do Centro de Belo Jardim. Ele, que era casado e deixou três filhos, foi atingido por três disparos. O acusado, Teodomiro Rufino, foi ouvido e encaminhado ao Presídio de Pesqueira, também no Agreste, onde vai aguardar julgamento.

Mais Lidas