POLÊMICA

Suspensão de concurso da Prefeitura de Caruaru afeta 3.500 pessoas

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 16/07/2012 às 7:40
NOTÍCIA
Leitura:

O concurso da Prefeitura de Caruaru, no Agreste, para níveis técnico, médio e fundamental foi parcialmente suspenso. Por causa de problemas na organização, 3.500 candidatos não puderam fazer os testes, na manhã desse domingo (15), em prédios do Recife e da Capital do Forró. Os responsáveis pela seleção informaram que uma nova data será marcada.

“Algumas pessoas tiveram dificuldade de acesso aos prédios, o que inviabilizou a realização das provas. Tivemos problemas com chuva e falta de energia. Em tempo hábil, será marcada a aplicação do exame, que deve ocorrer em no máximo três semanas, sem prejuízo para os participantes”, explicou o coordenador-geral do concurso, Antônio Fernando Barros, do Instituto de Planejamento e Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico e Científico (Ipad).

Os candidatos que se sentirem prejudicados pela suspensão das provas, segundo a organização, podem solicitar reembolso da taxa de inscrição. Quem quiser mais informações deve acessar o site www.ipad.com.br.

A justificativa dos organizadores não diminuiu a indignação de muitos dos candidatos que compareceram aos locais de testes (cinco no Recife, e sete em Caruaru). Eles disseram que foi uma manhã de muitos aborrecimentos e informações desencontradas.

No Colégio Sizenando Silveira, na Avenida Cruz Cabugá, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, a principal queixa teve relação com o horário. O teste estava marcado para as 8h. Em seguida, foi anunciado que começaria uma hora depois.

O Ipad informou que o site apresentou problemas técnicos, prejudicando o acesso a informações sobre locais de provas. Só depois de duas horas de espera, fiscais informaram que a atividade havia sido cancelada. Eles se retiraram das salas, sem dar maiores explicações, de acordo com os candidatos. Carla Barbosa, que saiu da Paraíba para fazer prova no Colégio Sizenando, disse que se sentiu desrespeitada. “Com sacrifício, eu paguei hospedagem, alimentação. Como é que que eu fico?”

Os problemas registrados de manhã não se repetiram à tarde e os testes foram aplicados para cerca de duas mil pessoas. A reportagem do JC esteve na Escola Nóbrega, na Estrada de Belém, Encruzilhada, Zona Norte, e constatou que todos os candidatos conseguiram fazer as provas.

Diante da alegação de falta de energia, a Celpe informou, por meio de nota, que não registrou problemas. A prefeitura de Caruaru também se pronunciou por nota. “A suspensão das provas é, única e exclusivamente, de responsabilidade do Ipad. A secretaria já solicitou ao coordenador Antonio Fernando Barros que sejam apuradas as causas que provocaram suspensão das provas para que ninguém seja prejudicado, bem como a nova data para a realização da prova.”

A Prefeitura de Caruaru oferece 802 vagas para os níveis técnico, fundamental e médio.

Mais Lidas