depoimento

Adolescente que estava desaparecida mentiu para viajar com amigos

Do NE10
Do NE10
Publicado em 04/09/2012 às 1:48
NOTÍCIA
Leitura:

O desejo de passar o fim de semana ao lado dos amigos em uma casa de praia foi o que motivou uma adolescente de 13 anos a mentir para os pais e "desaparecer" durante quatro dias. A jovem, que mora no município de Caruaru, no Agreste do Estado, e tinha sido vista pela última vez na rodoviária da cidade, foi encontrada na cidade de Barreiros, na Zona da Mata Sul, nessa segunda-feira (03).

Na presença do pai e de um conselheiro tutelar, a adolescente contou à polícia que, mesmo sem a autorização dos pais, decidiu pegar um ônibus na rodoviária e seguir para a praia de Tamandaré, onde teria alugado uma casa junto com uma amiga e o namorado dela. Os três, todos menores de idade, teriam viajado sozinhos.

LEIA MAIS:
» Encontrada adolescente desaparecida em Caruaru
» » Polícia investiga o desaparecimento de uma adolescente em Caruaru

De acordo com informações repassadas pelo delegado de Barreiros, Abraão Didier, a menina disse que, durante o fim de semana, acabou se apaixonando por um garoto que mora em Tamandaré. Ela então resolveu ficar por mais um dia na praia e o casal voltou para Caruaru. Para proteger a garota de levar uma bronca dos pais, a amiga dela resolveu esconder seu paradeiro e por isso inventou que ela teria desistido da viagem na rodoviária em Caruaru, onde teria sido vista pela última vez.

As preocupações aumentaram quando a mãe da adolescente, após ligar diversas vezes para o celular da jovem, conseguiu falar com a filha no sábado por volta das 12h. A garota teria atendido e teria pedido a mãe que não ligasse mais porque no local onde estava algumas pessoas estavam agredindo e  ameaçando ela por causa dos telefonemas. "As jovens não mediram as consequências antes de mentir. Ela, inclusive, não sabia que o seu desaparecimento tinha sido divulgado na imprensa e nas redes sociais. A garota chorou e demonstrou arrependimento. O mais importante é que ela foi localizada e está bem", afirmou Abraão Didier.

O delegado disse ainda que, segundo a adolescente, o rapaz por quem ela se apaixonou também é menor de idade e tem 16 anos. "Com  receio de sofrer críticas de amigos e para defender o jovem, Flávia disse que não teve relação sexual com ele e chegou a pedir para fazer exame no IML". 

LOCALIZADA - A adolescente foi encontrada nesta segunda dentro de uma van de transporte alternativo, em Barreiros, quando voltava para Caruaru. A van fazia o percurso Tamandaré/Barreiros/Palmares/Caruaru. Ela foi reconhecida por um rapaz que trabalha num transporte de lotação e viu sua foto na imprensa. O jovem entrou em contato com o Conselho Tutelar, que repassou a informação para a polícia e para os familiares da garota.

O pai dela chegou em Barreiros por volta das 20h30, onde encontrou a filha na casa do jovem que a localizou. Após prestar depoimento à polícia de Barreiros, os dois deixaram a delegacia por volta das 23h40 desta segunda. Segundo o delegado Abraão Didier, todos os envolvidos no caso ainda terão que prestar depoimento em Caruaru, onde a queixa sobre o desaparecimento foi realizada. Após as informações serem confirmadas, a polícia deverá arquivar o inquérito.

* Por orientação do Ministério Público, os nomes dos pais e da adolescente, bem como fotografias que foram anteriormente divulgadas pela própria família para ajudar na localização da garota, foram omitidos para preservar a menor.

Mais Lidas