PRISÃO

Dois dos acusados de envolvimento na morte de Júlio Ximbica confessaram o crime, diz polícia

Do NE10
Do NE10
Publicado em 11/09/2012 às 14:35
NOTÍCIA
Leitura:

Dois acusados de envolvimento no assassinato do servidor público e animador Júlio César Deda Pacheco, 58 anos, mais conhecido como Ximbica, teriam confessado o crime e teriam dito que o roubo do carro da vítima teria sido encomendado. A informação foi passada pelo Coronel Givanildo Santos, que é comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar em Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

Na noite dessa segunda-feira (10) três suspeitos foram detidos, porém dois deles, Wesley Batista da Silva, 32 anos, que teria efetuado os disparos que mataram Ximbica e Rafael Gustavo Nunes de Carvalho, 19 anos, que estaria pilotando  a moto usada na fuga dos acusados, foram presos. O terceiro suspeito foi liberado. Veja a entrevista do Coronel Givanildo Santos:

Apesar das prisões de dois acusados, a Polícia Civil ressalta que as investigações ainda não foram concluídas. Ainda de acordo com o coronel Givanildo, um quarto suspeito de envolvimento no crime ainda está sendo procurado, veja na entrevista:

Mais Lidas