BIENAL

Oitenta mil pessoas devem prestigiar a Bienal Internacional do Livro em Garanhuns

Do NE10
Do NE10
Publicado em 12/09/2012 às 10:47 | Atualizado em 31/12/1969 às 21:00
Leitura:

Um dos pontos turísticos mais conhecidos de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, a praça Guadalajara, foi o local escolhido para ser realizada a 1ª Bienal Internacional do Livro do Agreste. Uma tenda com mais de 150 stands foi montada na praça. São mais de mil títulos, destes 180 lançamentos, que estão a disposição da população.

A maior parte do dia o local do evento fica lotado de estudantes, professores, escritores ou simples amantes do universo literário que prestigiam a Bienal. Como a professora Sandra Figueredo que veio acompanhada dos colegas de trabalho e ficou fascinada com a Bienal. “Esta é uma oportunidade de conhecer novos livros e levar esta diversidade para os alunos”, diz Sandra.

Segundo os organizadores do evento, a expectativa é que mais 80 mil pessoas visitem a Bienal que começou no dia 9 e segue até o próximo domingo (16). O objetivo é descentralizar esse tipo de evento das grandes capitais e promover uma maior interatividade como mundo literário no interior. Para isso outros eventos como este já estão sendo planejados em mais cidades de Pernambuco. Veja a entrevista de José Albertino, presidente da Andelivros, a empresa idealizadora do evento:

Mas para que os apreciadores de uma boa leitura de Garanhuns não fiquem tristes, José Albertino garante que a cidade vai voltar a receber a Bienal. Veja a entrevista:

 


Mais Lidas