VIOLÊNCIA

Fim de semana violento em Caruaru, quatro pessoas foram assassinadas

Do NE10
Do NE10
Publicado em 26/11/2012 às 7:49
NOTÍCIA
Leitura:

A sexta-feira (23), o sábado (24) e o domingo (25) foram marcados também pela violência no interior de Pernambuco. Quatro pessoas foram assassinadas durante o fim de semana em Caruaru, no Agreste.

O primeiro crime foi registrado na noite de sexta. Um rapaz de 18 anos foi morto a tiros no bairro Alto da Balança. Segundo a polícia, Jonathas Wanderley da Silva, foi morto com três tiros, dois no peito e um na mão. O acusado, que fugiu após o crime, não foi identificado. A namorada de Jonathas teria informado a polícia que ela era usuário de drogas e já tinha passagem pela Funase de Caruaru.

O segundo homicídio aconteceu no sábado, por volta das 21h no bairro do Salgado. Rômulo César Lopes Alves, 16 anos, foi morto com um tiro na cabeça. A polícia não tem informações sobre a autoria do crime.

No domingo, foram registrados dois homicídios. Por volta da meia noite, Tibério Trajano de Oliveira, 21 anos, foi assassinado a tiros no Loteamento Severino Afonso. Tibério, que era ex-presidiário, foi morto com três tiros na cabeça. De acordo com a polícia, a vítima estava dormindo com a esposa e o filho de dois anos quando arrombaram a casa e atiraram em Tibério. A esposa da vítima, que não teve o nome divulgado, foi atingida na mão, mas não sofre risco de morte. Os criminosos, que não foram identificados, fugiram após o crime.

Ainda no domingo, Mateus Romenig da Silva, 16 anos, foi morto a tiros, no bairro Rendeiras. De acordo com informações da Polícia Militar, Mateus Romenig da Silva, 17 anos, estava participando de uma festa na casa de um amigo, que fica na Rua das Moças, quando, por volta das 18h, foi surpreendido por um homem armado com uma espingarda calibre 12, que efetuou um disparo na cabeça dele e fugiu rapidamente. Ivanildo Antônio Francisco de Araújo, idade não informada, que também estava na festa, foi atingido por estilhaços do tiro que atingiu Mateus, e foi socorrido e levado para o Hospital Regional do Agreste. A autoria do crime permanece desconhecida.

Mais Lidas