ESPERA

Corpo permanece sem refrigeração em hospital de Garanhuns porque familiares da vítima não foram buscá-lo

Do NE10
Do NE10
Publicado em 11/12/2012 às 9:00
NOTÍCIA
Leitura:

Ainda início da manhã dessa terça-feira (11) o corpo de um homem, já em estado de decomposição, permanece no Hospital Dom Moura em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, a espera de familiares da vítima que possam buscá-lo.

José Luiz Barros da Silva, 38 anos, morreu no último sábado (8),  vítima de atropelamento. O corpo dele foi levado para o hospital Dom Moura. O problema é que nenhum parente foi buscar o cadáver, que está na unidade de saúde sem refrigeração, já que o hospital não conta com um equipamento para fazer o resfriamento do cadáver.

Em nota, o hospital comunicou que a responsabilidade de levar o corpo para a Unidade do Serviço de Verificação de Óbito ou para o IML é da família e por isso o cadáver ainda não foi transferido para um local refrigerado. Ainda segundo o hospital, caso nenhum familiar da vítima apareça num prazo de 48 horas, o corpo será enterrado como indigente.

Mais Lidas