EDUCAÇÃO

O livro Terra de Caruaru, de José Condé, é adotado como paradidático em escolas de Caruaru

Do NE10
Do NE10
Publicado em 22/02/2013 às 12:00
NOTÍCIA
Leitura:

O clássico nacional, Terra de Caruaru, principal livro do caruaruense José Condé foi  escolhido por três escolas particulares de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, para ser paradidático  de turmas do ensino médio. Os estudantes dos colégios Sagrado Coração, Alternativo e Antenor Simões poderão conhecer o romance que projetou Condé no seleto grupo que revolucionou a moderna literatura brasileira, composto por nomes como Jorge Amado, José Lins do Rêgo, Guimarães Rosa, Manuel Bandeira, José Américo, dentre outros.

Em sua 6ª edição, rememorativa aos 40 anos da morte de João Condé, o  livro Terra de Caruaru é ambientado nos anos 20, ele trata dos conflitos gerados durante a  transição do mundo rural, tradicional, violento, para a cidade, o progresso que todos esperavam. Traça um panorama do cotidiano das cidades do interior nordestino, onde coronéis, prostitutas, cangaceiros, sonhadores, boêmios e outros tipos populares desfilam ante o leitor, compondo um dos mais fascinantes enredos da literatura ficcional.

“Sempre tive em mente que esse livro é um instrumento de reverência não apenas a memória do seu autor, mas também ao legado dos “irmãos Condé”, grandes figuras que ao longo da vida mantiveram sempre fortes os laços vitais com sua terra natal, divulgando e projetando nossos valores culturais, a exemplo, a obra do Mestre Vitalino. Escolhemos Terra de Caruaru por se tratar de um ícone da nossa identidade cultural, que permanece no inconsciente coletivo dos caruaruenses e é obra indispensável aos que se dedicam a compreender nosso passado. Essa nova edição além de promover o reencontro do autor com gerações saudosistas -  amigos e velhos admiradores da obra do “Romancista de Caruaru”, que o conheceram e o estão rememorando é também dedicada aos leitores do futuro convidados que serão a conhecer sua terra de maneira surpreendentemente bela e as salas de aula de Caruaru constituem o ambiente ideal para esse feito “ ressalta o historiador  Walmiré Dimeron

Mais Lidas