ligação clandestina

Homem é preso acusado de furtar de água e deixar rua sem abastecimento em Gravatá

Do NE10
Do NE10
Publicado em 22/03/2013 às 20:57
NOTÍCIA
Leitura:

Um homem foi preso, na tarde desta sexta-feira (22), acusado de fazer uma ligação clandestina que estava causando o desabastecimento em uma rua do bairro Norte, na área central de Gravatá, no Agreste de Pernambuco. Depois de pagar fiança, ele foi liberado e vai responder em liberdade.

A investigação foi feita após denúncias de moradores sobre a falta de água. De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o morador estava desviando tanta água que, assim que cortamos a ligação clandestina, as outras casas da rua começaram a ser abastecidas com mais pressão.

O acusado de ser responsável pela ligação foi preso pela Polícia Militar e encaminhado à Delegacia de Gravatá, onde foi instaurado inquérito criminal por furto. Após pagar uma fiança de 5 salários mínimos, vai responder à acusação em liberdade. Como não era cliente cadastrado na Compesa, a empresa não pôde multar o acusado.

A Companhia orienta os moradores que denunciem ligações clandestinas, já que elas podem provocar o desabastecimento em toda a localidade onde são feitas. O telefone para entrar em contato com a Compesa é o 0800.081.0195.

Mais Lidas