ALIMENTAÇÃO

Caruaru vai investir R$1,4 milhão em merenda escolar

Do NE10
Do NE10
Publicado em 16/04/2013 às 16:38
NOTÍCIA
Leitura:

Na manhã desta terça, 16, mais de 170 pequenos agricultores familiares, avicultores, apicultores e pecuaristas da região participaram de um processo de chamamento público para compra de produtos. O encontro foi necessário para atender à recomendação do Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que orienta a aplicação de, no mínimo, 30% dos recursos destinados à merenda escolar. O encontro aconteceu no auditório da Secretaria de Educação de Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

Segundo Cristiane Vilela, coordenadora da divisão de controle alimentar da Secretaria de Educação, o programa auxilia e incentiva os agricultores locais, além de proporcionar uma merenda mais atrativa e nutritiva para os alunos da rede municipal. “Nós acompanhamos o processo de fornecimento do produto, para que possamos assegurar que os alimentos atenderão às condições de higiene e as normas de qualidade fundamentais para a boa alimentação dos alunos. O nosso objetivo é incentivar essa produção, para que a cada ano possamos adotar ainda mais itens para a nossa merenda”, pontua Cristiane.

Neste ano, 31 alimentos serão adquiridos para compor a merenda, entre eles, frutas, verduras, hortaliças, mel, polpa de frutas, carne de bode, ovo de codorna, galinha caipira, feijão verde, abóbora e macaxeira. A princípio houve dificuldade para que os agricultores participassem das chamadas, pelo fato de que boa parte estava mudando sua área de atuação para o setor de confecções. Com o trabalho de conscientização, através de encontros e palestras, esses agricultores passaram a aderir ao programa.

“A partir do momento que o município incentiva esses produtores, automaticamente já gera um desenvolvimento das áreas rurais onde eles residem e a valorização do que é produzido. É uma forma interessante de fornecer alimento de qualidade e ainda fomentar a economia rural”, destacou o secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, Anselmo Pereira. No ano passado, 156 agricultores participaram e o investimento foi de quase um milhão de reais, neste ano a receita será de R$ 1,4 milhão, atingindo mais uma vez o que determina o FNDE. O pagamento é efetuado, através de nota emitida (isenta de impostos) na coletoria.

Mais Lidas