OBRAS

Ações de pavimentação facilitam a vida de moradores do interior de Pernambuco

Do NE10
Do NE10
Publicado em 14/05/2013 às 15:32
NOTÍCIA
Leitura:

Recentemente, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) finalizou uma das maiores ações de pavimentação de sua história. Foram investidos em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, cerca de R$ 17 milhões para a implantação de 82 km de asfalto distribuídos nas principais vias de acesso aos núcleos habitacionais dos Perímetros de Irrigação Senador Nilo Coelho, Área Maria Tereza e Bebedouro. 

A obra já mudou a realidade dos 60 mil habitantes do Nilo Coelho, como é o caso de Rafael de Souza Vieira, que lembra como o transporte de veículos melhorou significativamente, sobretudo em relação ao escoamento de frutas. “Ficou muito mais confortável para a gente. Até os atravessadores de acerola, que reclamavam das estradas, hoje estão agradecendo”, disse.

Foi iniciada recentemente mais uma obra que irá oferecer aos moradores do interior de Pernambuco melhor qualidade de vida. Trata-se da pavimentação dos mais de 17 km da estrada que liga a área Maria Tereza, km 25, ao Pontal, em Petrolina. O Ministério da Integração Nacional está investindo, por meio da Codevasf, cerca R$ 7 milhões nesta obra que irá beneficiar mais de 15 mil pessoas.

O produtor de uva, manga e banana João Gomes, 43, será um desses beneficiados. Ele diz que a ação evitará o prejuízo econômico resultante da estrada sem asfalto. “A poeira nas plantas prejudica muito. O fruto perde a qualidade, pois chega ao destino final manchado. Por isso nós acabamos vendendo o fruto como se fosse de segunda. Agora, com esse asfalto, vai melhorar muito. Vamos evitar a poeira no pé e também durante o trajeto”, afirma.

Apenas nos últimos três anos foram implantados quase 200 km de asfalto no interior de Pernambuco. Em Afogados da Ingazeira, por exemplo, em uma ação realizada em convênio com a prefeitura municipal, a Codevasf investiu R$ 2,5 milhões na implantação de parte do sistema viário de contorno da sede da cidade. A obra que beneficiou uma população de mais de 30 mil habitantes incluía, além do asfalto, a construção de pequenas pontes.

Mais Lidas