INVESTIGAÇÃO

Delegado ouve testemunhas do caso da morte do vereador de Catende

Do NE10
Do NE10
Publicado em 11/06/2013 às 7:20
NOTÍCIA
Leitura:

O delegado Alfredo Jorge, responsável pelo caso da morte do vereador de Catende, na Zona da Mata Sul, Marcos Antônio Santos do Nascimento, esteve em Palmares durante todo o dia desta segunda-feira (10) ouvindo testemunhas.

O objetivo é fazer o retrato falado dos suspeitos do homicídio ocorrido na quinta-feira (6).  Até o momento a polícia ainda não informou se todos os depoimentos foram tomados.


O crime

O vereador da cidade de Catende, na Zona da Mata Sul do Estado, foi assassinado na noite da quarta-feira (5) na frente da Câmara Municipal. Conhecido como Marcos Animal (PRP), Marcos Antônio Santos do Nascimento, de 39 anos, havia acabado de sair de uma sessão plenária quando foi surpreendido por um homem que disparou dois tiros contra sua cabeça. O vereador estava com o filho de 12 anos, que viu toda a ação criminosa.

Marcos Animal foi baleado quando entrava no seu carro, uma caminhonete S10 que estava estacionada na frente da Câmara, no cruzamento da Rua Bela Aurora com a Avenida João Pessoa. Ao chegar ao veículo dele, após a sessão, o vereador foi encurralado por um homem não identificado que disparou dois tiros à queima-roupa,  um na face e outro no pescoço. O filho de Marcos estava dentro da caminhonete e viu o pai ser assassinado.

O responsável pelo crime não estava com o rosto encoberto, mas não foi identificado por nenhuma testemunha.  Depois dos disparos, o homem fugiu correndo pela Rua Bela Aurora. As Polícias Civil e Militar empreenderam buscas pela cidade para achar o criminoso, mas não obtiveram sucesso.

O vereador chegou a ser socorrido por alguns colegas do plenário e foi levado para a Maternidade Doutor João Mayrinck, mas já chegou sem vida à unidade médica.

Mais Lidas