SERRA TALHADA

Espetáculo: Lampião mais humano em Serra Talhada, a partir desta quarta-feira

Do NE10
Do NE10
Publicado em 24/07/2013 às 10:08 | Atualizado em 31/12/1969 às 21:00
Leitura:

A 2ª edição do espetáculo ‘O Massacre de Angico – A Morte de Lampião’ começa nesta quarta-feira (24) em Serra Talhada, no Sertão pernambucano. A encenação roteiriza o texto escrito por Anildomá Willans de Souza, que conta o encontro entre militares do Governo Getulista e os cangaceiros, liderados por Lampião e sua esposa, Maria Bonita, pegos de surpresa e quase sem nenhuma reação na madrugada do dia 28 de julho de 1938, na grota de Angico, em Sergipe.

Com 80 artistas, entre atores e figurante locais, além de 40 profissionais da equipe técnica, a organização espera mais de 100 mil pessoas durante os cinco dias desta temporada, que tem entrada gratuita.

Com direção de José Pimentel, as cenas remontam desde a infância do cangaceiro, quando a família dele teve que sair às pressas de Serra Talhada por desavenças com um vizinho fazendeiro, passando pelo assassinato do pai no estado de Alagoas até a decapitação do bando. O destaque fica por conta do viés mais humano que é feito do homem que é símbolo do cangaço.

Entre as novidades deste ano, está a inserção de cenas inéditas que tratam do estilo de vida dos cangaceiros e a presença de um efeito especial para mostrar a violência com a qual eles foram mortos.


Mais Lidas