seca

Estado de Emergência é renovado em 68 municípios do Agreste pernambucano

Do NE10
Do NE10
Publicado em 19/08/2013 às 21:40 | Atualizado em 31/12/1969 às 21:00
Leitura:

O Governo de Pernambuco renovou o decreto que venceu no último domingo (18) em que decreta estado de emergência em 68 municípios do Agreste do Estado, em decorrência do período prolongado de estiagem na região. Assinado pelo governador Eduardo Campos, o novo decreto tem validade 180 dias, assim como o primeiro documento.

Nos municípios onde o estado de emergência foi decretado, os órgãos estaduais têm a obrigação de atuar em conjunto os municipais para adotar as medidas de combate à seca. Para o decreto, são levadas em consideração a redução das chuvas para níveis muito abaixo do esperado, a queda das reservas hídricas e as perdas na agropecuária da região.

Desta forma, as cidades qeu seguem em estado de emergência são: Agrestina, Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Bonito, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Caetés, Calçado, Camocim de São Félix, Canhotinho, Capoeiras, Caruaru, Casinhas, Correntes, Cumaru, Cupira, Frei Miguelinho, Garanhuns, Gravatá, Iati, Ibirajuba, Itapiba, Jataúba e João Alfredo.

Completam a lista os municípios de Jucati, Jupi, Jurema, Lagoa do Ouro, Lagoa dos Gatos, Lajedo, Limoeiro, Machados, Orobó, Palmeirina, Panelas, Paranatama, Passira, Pedra, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Salgadinho, Saloá, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São Vicente Férrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Tupanatinga, Vertente do Lério, Vertentes e Venturosa.


Mais Lidas