Drogas

Paraibano é preso com 50 quilos de pasta base de cocaína em Salgueiro

Do NE10
Do NE10
Publicado em 10/09/2013 às 7:20
NOTÍCIA
Leitura:

Um comerciante paraibano foi preso pela Polícia Federal (PF) em Pernambuco nesse domingo (9) em um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município de Salgueiro, no Sertão do Estado, com quase 50 quilos de pasta base de cocaína. Também foram apreendidos com o suspeito um quilo de maconha, uma pistola calibre 380m de fabricação tcheca, um revólver calibre 38, cerca de 500 munições de diversos calibre, várias mercadorias importadas sem comprovação de venda ou nota fiscal, dois mil reais e dois celulares.

Antônio Cesario de Araújo Neto, 27 anos, natural do município de São Bento (PB), foi abordado pela equipe em uma barreira policial de rotina no posto da PRF no 'Trevo do Ibó' em um veículo L200, com placa de Foz do Iguaçu (PR). Em depoimento, afirmou que estaria vindo do Paraguaí com destino à sua cidade natal.

https://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2013/09/municoes_470.jpg

O comerciante foi encaminhado para a delegacia de Polícia Federal, onde confessou estar em posse das drogas, armas, munições e produtos importados. As drogas foram encontradas com auxílio do cão detector de entorpecentes em um compartimento na parte traseira da caminhonete.

Segundo Antônio Cesario, todos os produtos foram adquiridos no Paraguai e seriam vendidos no município de Caicó, no Rio Grande do Norte. As drogas seriam repassadas a traficantes de Natal, que transformariam a pasta base em crack em laboratórios clandestinos. Após transformação, os entorpecentes iriam ser distribuídos pelo estado.

O suspeito também afirmou que pagou cem mil reais pelas mercadorias, mas que seu valor de mercado seria por volta de seiscentos mil reais. 

O paraibano foi levado para exames no IML (Instituto de Medicina Legal) de Salgueiro e em seguida conduzido para a cadeia pública do município, onde ficará à disposição da Justiça Federal.

Antônio Cesario foi autuado por tráfico internacional de drogas e por importar  arma de fogo de uso restrito de forma irregular, além de importar mercadoria proibida sem pagamento de imposto devido. Se for condenado, suas penas somadas podem chegar até 40 anos de prisão.

Mais Lidas