AGRESTE

Pastor e açougueiro são detidos após se passarem por policiais, em Gravatá

Do NE10
Do NE10
Publicado em 11/11/2013 às 10:03
NOTÍCIA
Leitura:

Um pastor de uma igreja evangélica e um açougueiro foram presos neste domingo (10), no município de Gravatá, no Agreste do Estado, por simularem uma blitz policial na estrada do distrito Mandacaru.

Na ocorrência, a polícia identificou que um dos suspeitos portava uma arma de brinquedo, utilizada pela dupla para ameaçar os motoristas. Segundo informações da Polícia Civil, a arma era semelhante a uma pistola ponto 40, de uso exclusivo da polícia.

Foram detidos José Íris de Oliveira, 27 anos, pastor da Igreja Templo de Deus, com sede no município, além do açougueiro de um supermercado, identificado como Luan Rodrigues de Lima, 23.

Os dois envolvidos se passavam por policiais e utilizavam um veículo Palio - de cor prata e placa EUB-9831 - para tentar extorquir os condutores da cidade.

A primeira abordagem da dupla foi a um caminhão, na rua Amauri de Medeiros. A dupla exigiu que o motorista parasse o veículo para uma suposta inspeção. Em seguida, os suspeitos seguiram para a estrada de Mandacaru e pararam diversos veículos.

Os suspeitos foram levados à Delegacia de Gravatá.

 

Mais Lidas