PRISÃO DE VEREADORES

Polícia Civil em Caruaru faz coletiva e divulga resultado da Operação Ponto Final

Do NE10
Do NE10
Publicado em 27/12/2013 às 11:02
NOTÍCIA
Leitura:

A Polícia Civil em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, vai realizar uma coletiva para divulgar novas informações sobre a Operação Ponto Final. O encontro ocorre na tarde dessa sexta-feira (27), a partir das 15h, na 14ª Delegacia Seccional de Caruaru, mais conhecida como Delegacia Regional.

LEIA MAIS:
» Prefeito de Caruaru afirma que não teve contato direto com vereadores corruptos
» Indignação em Caruaru com a prisão de vereadores
» MPPE quer cassação dos dez vereadores presos
» Vereadores soltos vão tentar reaver mandatos em Caruaru
» Vereadores de Caruaru com mandatos em risco
» Caruaru: mais dois vereadores são liberados
» Os dez vereadores de Caruaru estão livres, afastados e recebendo salários

Segundo nota enviada pela polícia à imprensa, o delegado responsável pelo caso, Erick Lessa, vai falar sobre a conclusão do inquérito que investiga as ações contra os vereadores da Capital do Agreste. Ainda segundo a nota, na coletiva o delegado também vai informar os detalhes a cerca dos indiciamentos dos parlamentares.

O CASO - A Operação Ponto Final foi deflagrada no início da manhã da última quarta-feira (18). Ao todo, 10 vereadores da Capital do Agreste foram presos e encaminhados à Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, por suspeita de concussão, corrupção passiva e organização criminosa. Os parlamentares estariam exigindo ao prefeito José Queiroz (PDT) o valor de R$ 2 milhões, para aprovação do projeto do BRT (Bus Rapid Transit), orçado em R$ 250 milhões.

Foram presos após seis meses de investigação da Polícia Civil, os vereadores Sivaldo Oliveira (PP), Cecílio Pedro (PTB), Pastor Jadiel e Val das Rendeiras (Pros), todos da base governista, e mais seis da oposição: Val (DEM), Louro do Juá e Eduardo Cantarelli (SDD), Jajá (expulso do PPS), Neto (PMN) e Evandro Silva (PMDB). Todos os suspeitos foram soltos esta semana.

Mais Lidas