agreste

Denúncia leva polícia a fechar fábrica ilegal de explosivos em Belo Jardim

Do NE10
Do NE10
Publicado em 17/02/2014 às 10:49
NOTÍCIA
Leitura:

Após informações repassadas à Central do Disque-Denúncia Agreste, equipes da Companhia Independente de Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga (Ciosac) fechou, na manhã desse domingo (16), uma fábrica ilegal de explosivos em Belo Jardim, no Agreste pernambucano.

Segundo informações do efetivo policial, no local, que funcionava na zona rural do município, foram encontrados 180 bombas caseiras, cinco mil espoletas, três quilos de pavios para fogos, 5.100 tubos com 100 gramas de pólvora cada, 500 tubos de papel contendo pólvora branca, oito sacos com 60 quilos de pólvora negra cada e 42 sacos de pó pé (substância utilizada na mistura da pólvora). Também foram apreendidos, segundo a companhia, um revólver calibre 38, cinco munições e 10 espingardas.

Ainda de acordo com a Ciosac, na rua Adalgisa Ribeiro Maciel, no centro da cidade, os policiais prenderam um homem apontado como o proprietário do local. O suspeito foi levado juntamente com o material apreendido à Delegacia de Belo Jardim. Depois de ser atuado em flagrante, ele foi encaminhado ao Presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira, ainda no Agreste.

Mais Lidas