linha férrea

Onze pessoas são presas por roubar 25 toneladas de trilhos em Sertânia

Do NE10
Do NE10
Publicado em 28/02/2014 às 8:40
NOTÍCIA
Leitura:

A Polícia Militar de Arcoverde, prendeu, nessa quinta-feira (27), onze pessoas suspeitas de terem roubado 25 toneladas de trilhos da antiga linha férrea da Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA), no minicípio de Sertânia, no Sertão pernambucano. Os trilhos furtados estavam destinados para a construção da ferrovia Transnordestina, que ligará a região aos portos de Suape, em Pernambuco, e Pecém, no Ceará. O material é avaliado em R$ 30 mil e seria levado para uma empresa da construção civil em Santa Catarina. 

Os PMs receberam a informação de que os trilhos estariam sendo roubados e montaram vigilância próximo ao local. As pessoas foram presas em flagrante e os veículos que estavam sendo usados apreendidos. Também foram apreendidos um maçarico de corte, dois cilindros de oxigênio e um botijão de gás de cozinha, utilizados para cortar os trilhos de ferro.

Os presos e materiais foram encaminhados para a cadeia pública de Sertânia, onde foi feita a atuação em flagrante dos envolvidos por policiais federais de Caruaru. As pessoas foram autuadas pelo crime de furto qualificado. Caso sejam condenadas, poderão pegar penas que variam de 2 a 8 anos de reclusão. Após os primeiros procedimentos, duas pessoas foram liberadas. A polícia informou que um envolvido ainda está foragido.

No interrogatório, a PF descobriu que já havia sido retirada uma grande quantidade de trilhos e que foi pago um motorista para o transporte de trabalhadores, esses últimos recebiam R$ 200 por dia para realizar a remoção. Os presos foram encaminhados ao Presídio Advogado Brito Alves, em Arcoverde, onde ficarão à disposição da Justiça Federal. 

A PF registrou a participação ativa de, pelo menos, três suspeitos. O motorista Jair da Silva Souza, 44 anos, declarou que recebeu R$ 5 mil em Arcoverde, no Sertão, para fazer o transporte de ferro para uma empresa siderúrgica em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. O mineiro Valdedir Morais Dias, 39, dirigia a Saveiro que transportava os equipamentos para o corte dos trilhos. Ele negou a participação no crime. O pernambucano de Serra Talhada Pedro Henrique de Lima, 21, informou que estava apenas carregando o caminhão com os trilhos. Ele já tinha sido preso em Salgueiro pelo mesmo crime.

Além dos três, a PF divulgou o nome dos demais envolvidos no furto dos trilhos: Roberival Souza de Lima, Antônio Rodrigues Neto, José Petrônio de Siqueira Sobral, José Cássio Alves de Lima, Joziel Bezerra Silva, José Alex da Silva, Flávio Cordeiro e José Álvaro Alves Ferreira.

Mais Lidas