combate à seca

Sertanejas comemoram Dia Internacional da Mulher com água na porta de casa

Do NE10
Do NE10
Publicado em 08/03/2014 às 8:02
NOTÍCIA
Leitura:

As mulheres do semiárido pernambucano têm um bom motivo bem na porta de casa para comemorar o Dia Internacional da Mulher. No Estado (do Agreste ao Sertão), 39.006 mil famílias estão sendo beneficiadas com a instalação das cisternas de polietileno pelo Programa Água para Todos, do governo federal. Os reservatórios permitem armazenar água por um período de até nove meses para o consumo de uma família de quatro a cinco pessoas.

Na região de Lagoa Grande, no Sertão do Estado, a aposentada Antônia Virgïnia da Silva Bezerra, 68 anos, sempre carregou consigo a esperança por dias melhores. "A água que se tinha para tudo - beber, cozinhar, usar em casa, plantação e animais - era a de um açude aqui perto. Quem chegasse primeiro com sua lata na cabeça tinha mais chances de conseguir levar água para casa. Com as cisternas ninguém tem do que reclamar", disse a aposentada.

O diretor da Acqualimp, uma das fabricantes das cisternas, Amauri Ramos, lembra que todas as soluções utilizadas são complementares. "É importante lembrar que a escassez de água submete, há séculos, milhões de brasileiros a uma condição de risco hídrico gravíssimo e os expõe a doenças e condições sub-humanas de sobrevivência", observou.

A principal característica dos reservatórios de polietileno é a resistência do material que pode durar mais de trinta anos, sem o risco de trincas ou fissuras que comprometam a qualidade da água.

Mais Lidas