tráfico

Homem preso por tráfico vendia paracetamol como se fosse cocaína

Do NE10
Do NE10
Publicado em 01/04/2014 às 9:00
NOTÍCIA
Leitura:

Com antecedentes criminais e cumprindo medida socioeducativa, Túlio Allas de Caldas Vieira de Souza, 18 anos, já havia sido preso há três anos por traficar 10 papelotes de cocaína em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco.

Após novas investigações, foi descoberto que ele vendia maconha na residência de familiares. Na busca, policiais militares encontraram no canto do muro do quintal uma caixa com 360g de maconha pronta para o consumo.

Próximo da caixa também foi encontrado um prato com resquícios de uma substância branca, aparentando ser cocaína. Contudo, após ser submetida a exames, constatou-se que não era droga, mas paracetamol e remédio para gripe. 

De acordo com uma nota enviada à imprensa pela delegacia de Polícia Federal em Salgueiro, o traficante amassava os comprimidos e em seguida utilizava para enganar os usuários de droga vendendo como se fosse cocaína pelo valor de R$ 15 o papelote.

Quando questionado sobre a venda da maconha, o suspeito alegou ser usuário. Apesar disso, não foi encontrado nenhum material (papel seda) que apontasse confecção de cigarros para uso pessoal. Segundo testemunho de parentes, que davam conselhos para que ele parasse de vender a droga, também foi encontrado em cima do telhado vários sacos utilizados para embalar a maconha.

Túlio poderá ser condenado de acordo com artigo 33 da Lei 11.343/06 (tráfico de entorpecentes), com penas que variam entre 5 e 15 anos de reclusão. Além da droga também foi apreendido um aparelho celular.

Mais Lidas