reconstrução

Após enchentes de 2010, Palmares ganha orla e duas novas pontes

Do NE10 Interior
Do NE10 Interior
Publicado em 09/06/2014 às 12:03
NOTÍCIA
Leitura:

Nesta segunda-feira (9), Palmares, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, completa 135 anos de fundação e, após o sofrimento de ver a cidade quase destruída pelas enchentes de 2010, os moradores têm muito a comemorar. De presente, o município ganha a orla fluvial “Poetas dos Palmares” e duas novas pontes construídas em substituição às que foram arrastadas pela força das águas: a do Engenho Limeira e a do Riacho Guaraná. As três obras foram construídas pelo governo do Estado, através da Coordenadoria de Engenharia e Arquitetura da Casa Militar. Só na orla foram investidos R$ 2.378.730,18.

Para o chefe da Casa Militar e coordenador da Operação Mata Sul Mário Cavalcanti, também cidadão palmarense, a cidade vê se concretizar o sonho de ter uma orla urbanizada. “Os moradores de Palmares veem, aos poucos, a cidade se transformar. Além dos quatro novos conjuntos residenciais, onde já entregamos 2.300, das 2.610 casas previstas, agora concluímos a Orla, duas pontes e temos mais uma ponte para inaugurar até julho. É muito gratificante contribuir para a recuperação das cidades atingidas pelas enchentes e ver a mudança na paisagem e na qualidade de vida das pessoas”.

A orla “Poetas dos Palmares” já é considerada um novo equipamento de lazer. A Lei Nº 1968/13, aprovada pela Câmara e sancionada pelo prefeito José Bezerra Cavalcanti, batizou a obra e tornou o espaço de utilidade pública e de preservação ambiental. A urbanização da orla do Rio Una tem 1,1 quilômetros de extensão e aproximadamente sete metros de largura, margeando a Avenida José Américo de Miranda, a principal entrada da cidade.

Cidade viveu momentos de terror após a cheia do Rio Una em 2010. Foto: Acervo JC Imagem

Foram construídos um calçadão com piso do tipo intertravado, ciclovia (com o mesmo piso, mas de outra cor) e pista de cooper. Ao final do talude foi erguido um guarda-corpo e entre o calçadão e a ciclovia haverá um jardim, com bancos de concreto, ao longo de toda a orla que no final ganhou um píer, com mirante, para contemplação do Rio Una. “O píer não estava previsto no projeto original, atendemos a um pedido da população. Outra preocupação nossa foi recuperar a mata ciliar. Foi usada uma biomanta com hidro-semeadura que já floresceu”, explica Cavalcanti.

As duas faixas da Avenida José Américo de Miranda permanecem no mesmo local. Do outro lado da avenida, haverá estacionamentos com vagas para deficientes. A construção da Orla Poetas dos Palmares foi iniciada em julho de 2013 e o prazo inicial para conclusão seria fevereiro de 2014. A falta de material adequado para fazer a concretagem, no mercado local, retardou a obra porque foi necessário buscar matéria-prima em outros estados.

VEJA MAIS:
» Confira fotos de Palmares após a enchente de 2010

ACESSO - As pontes Engenho Limeira e Riacho Guaraná também foram entregues nesta segunda-feira. Outra ponte que está em obra no município é a do Engenho Flor do Uma, cuja conclusão está prevista para julho. A ponte que dá acesso ao Engenho Limeira beneficiará diretamente 700 pessoas, permitindo o acesso a engenhos da região e facilitando o escoamento da produção de cana de açúcar. A obra está orçada em  R$ 1.729.804,60. A outra ponte, que dá acesso à comunidade do Riacho Guaraná, representa um investimento de R$ 1.668.528,75 e beneficiará três mil pessoas.

Mais Lidas